Você é você.


. . . Entre Ilusão e Realidade. Aonde você está? Quem somos realmente afinal? Se vale a pena viver não sei. Mas será uma jornada épica!

Seguidores

27/12/2011

Episódio 03

03. - A Loucura -

Isabelle é enviada pela mãe para a casa de sua vó.
Para lhe levar doces para a vovó doente.
Ela decide logo ir pelo atalho, aonde se diz haver um lobo.
Porém, ela fica um pouco entediada de caminhar,
e come um dos doces. Um Muffin com LSD
Isabelle vê coelhos rosas, rosas! E corre atrás deles.
Eles se escondem em suas tocas, e ao olhar para os lados,
Isabelle apenas vê uma tímida tartaruga.
Ela está se vestindo com roupas de corrida.
E parece apressada. " Tartaruga, por qual motivos se atrasas? "

  • Oh, eu digo. Por nada. Aposto uma corrida, você sabe, eles querem comer coração e fígado no banquete. Mas se eu ganhar, não serei sacrificado.

" Então perca logo de uma vez sua miserável vida, plebeu.
Se achas que não consegues. Tu dirigiu tua palavra á princesa de todo teu reino,
isto ilumina tua alma e lhe fortifica, mas ainda é tua a escolha da razão, ou da ignorância.

Perky Goth - Powered by http://groups.im says: e ai?

Termine de uma vez sair do meu caminho, tartaruga palhaça! Eu não tenho muito tempo. "

Isabelle, realmente, não tinha muito tempo.

" Hey você. "

... Eu? ...

Isabelle vira-se, e seu vestido é puxado pela mão de uma boneca.
Ela não tem forma. É apenas branca. Suas curvas são suaves, surreais.
Os olhos, se perdem de tão vazios e ocos.

quer....?

...brincar comigo?

As unhas da boneca ligeiramente cresciam afiadas,
e começavam a marcar a pele do braço esquerdo de Isabelle.
Faltou um pouco de ar na respiração de Isabelle,
que recuava seu corpo para trás, mas as pernas não obedeciam.
Seu corpo tremeu um pouco, então Isabelle abaixou
vagarosamente suas sombrancenhas e fechou seu olhar sobre a boneca.
Inclinou seu corpo para os olhos vazios da boneca e disse.

"Me largue." em tom imperativo.

A boneca, automaticamente largou o braço de Isabelle,
e ficou parada olhando a princesa.

*me sinto ligeiramente hipnotizada pela história*

" Boneca estúpida, sentimentos de amor verdadeiros criam vazios que são donos do universo quando cantam junto com o poderoso espírito que evolue vivendo com
nossa alma.

A Alma brilha... A alma pulsa... a alma condena.
A Alma, é a verdadeira razão. ... Mate a Tartaruga... "

A boneca olha para o chão e vê uma unha, ela se abaixa e puxa um pouco esta unha.
Então, vem os dedos, em seguida a mão e o braço sai por vontade própria.
Eles ficam como se fossem plantas no novo jardim da boneca branca.
As mãos saem em fileira, e começam a segurar a tartaruga.
A pequena boneca branca se aproxima da tartaruga imóvel.
Ela segura o pescoço enrugado da pele do réptil,
e com a mãozinha direita, desliza suas garras pele á dentro da asquerosa tartaruga.
O sangue escapa do canto da Unha da Pequena Boneca Branca.

AHAHAHAHAHA!

*ouve-se uma risada nobre e descontraída*

"Eu gosto MUITO de desenhar bigodes nas ilustrações dos meus contos de fadas!!! " Se anima, Isabelle, rindo, e saltitando rapidamente para longe do cenário.

Nenhum comentário: