Você é você.


. . . Entre Ilusão e Realidade. Aonde você está? Quem somos realmente afinal? Se vale a pena viver não sei. Mas será uma jornada épica!

Seguidores

27/12/2011

Episódio 06

06 – A Lua dos Desprazeres

E assim foi, Isabelle marcava na terra seus passos místicos
e indecifráveis com seu delicado sapatinho de boneca.
Não poderás intervir no desejo da princesa, ela é esplêndida.
Tal perfume encanta e nos redime de nós mesmos,
pecadores que encontram nos olhos sua perdição ao
se deparar com a delicada beleza de uma verdadeira princesa.
Eu vos digo, a virgem é aquela por quem no sexo se inicia
e a anciã é daquela que retiramos nossa amizade
e todos os conselhos necessários.
Mas a mãe. A Mãe é o crespúsculo da maravilha
e este brilha fortemente em meu coração.
A Mãe é a Rainha, é a Princesa.
Não é a bela jovem fogosa que nos sacia com teu corpo,
mas é também e além disso, a conjugê.
É aquela que completa e não é nada sem o Deus Caçador.
Jamais, em momento algum uma Rainha existirá sem um Rei em seu coração.
E vos digo seus tolos que não conhecem o mundo como realmente é:
O Rei também
não existirá sem uma rainha.

E assim os pensamentos fluiam para Jeffrey,
ele parou um momento na estrada e pôs-se a rir, gargalhar.

" E o que há desta vez, criança que me chama a atenção? "

  • AHAAHAHAH!!! Engraçado!!! Como puderam fazer isso?
  • - e aponta para um espantalho naquela estrada rural.

" Ah! Que atraente, não me encabule pois sou tímida,
e vê-lo assim me faria aproveitar de você " -
disse para o espantalho, após ver que ele tinha seu pênis ereto.


  • AHAHAHAHA! Não me contenho em ver tal cena cretina!!!
  • Aahahahaa, por favor eu criarei um grupo
  • com todos aqueles que vivem no sonho doentio
  • e riremos para estas coisas.

:: Querem uma direção? Sigam para a choupana da velha bruxa,
é apenas seguir em linha reta a partir de minhas costas e chegarão lá.
E no entanto, meu pênis assim está posto pois eu me alimento vendendo o uso dele.

" Ah claro, muito bem Espantalho de Programa, fez o que queria,
mas não me engane e tens carne e osso.
Mas mantenha-se interessante para mim, pois com Jeffrey apenas seguirei mais adiante "





De fato não era muito longe a choupana da bruxa,
apenas cinco minutos caminhando entre árvores esparsas e poderia se avistar a choupana.

" Oh, mas não é encantadora? "
> E Isabelle viu no meio de um círculo de cogumelos
uma Vaca com uma aparência infantil, com cores fortemente claras e opacas,
malhada em branco e preto. Ela tinha apenas um sininho pendurado no pescoço, e ali ficava.

" Oh pequena vaca.... vacuxa! Que tal seu novo nome? Agora és minha! "

    • OH! Qual não é a menina que não se encanta com algo tão fofo.
    • Ah, eu juro que me tornarei fofo apenas para ter todo este carinho!
      suspira Jeffrey.

A pequena vaca apenas disse: "mu" e Isabelle ficou sorridente.
Se aproximou da vaca e pôs nela uma de suas aranhas guardadas.

" Tome Vacuxa, uma companhia e ela será a garantia de que és minha!
E viverá no lar que lhe der... "

Assim o disse, e assim prosseguiu.

  • Oh, não fomos muito longe para um vago caminho tão próximo!!??
  • Deixe-me pensar. Vamos pisar em Solo Sagrado,
  • e quando as tiras do véu do pensamento desenrolarem-se dentro de um espaço,
  • iremos adquirir poderes ao passar na terra....
  • "solar dos cariris"? Aonde raios fica isso?
  • *Coça a nuca Jeffrey, imaginando ter ouvido o que disse em algum lugar*

Oh! Veja! A Bruxa está nua!

Nenhum comentário: